a
Lorem ipsum dolor sit amet, consecte adipi. Suspendisse ultrices hendrerit a vitae vel a sodales ac lectus.
Instagram Feed
Follow Us
0
  • No products in the cart.
Adega Chablis > Historias  > Carolina e Alexandre – O Amor é um (feliz) acaso

Carolina e Alexandre – O Amor é um (feliz) acaso

O amor é um (feliz) acaso

Notícia ruim todo mundo conta, é fato. É só abrirmos o noticiário – seja ele televisivo ou impresso – para nos depararmos com histórias que, definitivamente, não nos agradam. Então, pensando em caminhar na contramão dessa maré noticiosa ruim, percebemos que muitas histórias boas e incríveis passam aqui pela Chablis e alegram o nosso trabalho, logo, decidimos compartilhar todas elas com vocês. Sim, fatos bons não faltam por aqui.

E quais são essas histórias?

Como o princípio fundamental do nosso trabalho é colaborar para que os momentos especiais dos nossos clientes sejam inesquecíveis, as histórias que narraremos quinzenalmente são exatamente as histórias de amor, carinho, afeto e celebração do bem que, geralmente, movem as festas organizadas por quem nos procura. E, para começar, escolhemos a história do casal Carolina e Alexandre – que há dois anos casaram e contaram com a nossa ajuda para dar aquele toque especial ao evento. E nós os recebemos aqui na adega para uma conversa daquelas que eles sempre nos proporcionaram desde o primeiro dia em que estiveram aqui.

 


No dia 9 de maio, exatamente dois anos depois do casal começar a namorar, a equipe Adega Chablis recebeu Carolina e Alexandre para ouvir um pouco sobre a história de amor dos dois.

Ela não era de leão e ele não tinha dezesseis, mas a peculiaridade da história que ambos nos contaram seria digna de música romântica. O casal trabalhava junto e se conhecia há 11 anos. Carolina é médica; Alexandre, enfermeiro, e foi na complexa rotina de um hospital que o amor resolveu apresentar um ao outro. Antes de tudo, a relação do casal era estritamente profissional, até rolava uma admiração, mas o interesse afetivo aconteceu por acaso em um plantão, sem pretensões, como se o destino resolvesse fazer uma curva acentuada para colocar os dois frente a frente.

De lá para cá, depois do primeiro contato – que aliás foi marcado pelo convite para jantar que o Alexandre fez a Carolina – muitas histórias, inclusive um casamento inesquecível, marcaram a história do casal – e é claro que narraremos um pouco delas nas próximas linhas.

 

 

O primeiro encontro

Eles saíram para rir (foram ao Curitiba Comedy Club), e, conhecendo o casal, com certeza percebemos que o bom humor marca fortemente essa relação. Alexandre buscou Carolina em casa, o que a fez perceber que era um encontro – até então ela ainda estava dúvida se era um encontro romântico ou apenas um programa divertido entre colegas de trabalho. E foi com um start baseado em muitas risadas que a história de amor dos dois começou a se desenrolar. Ou seja, depois de sorrisos largos, o primeiro beijo aconteceu (sim, até eu, o redator que vos escreve, escutei sinos românticos tocarem agora).

 

E assim como tudo aconteceu naturalmente quando o primeiro encontro surgiu, ambos começaram a namorar. Carolina passou a frequentar mais a casa de Alexandre e, quando ambos perceberam que a convivência era extremamente agradável, a ideia do casamento surgiu – e ela não queria inicialmente, mas logo percebeu que o amor de ambos precisava de mais espaço na vida um do outro. E não, ainda não é fim, caro leitor, há muita água pra rolar nessa história ainda.

Sim, é permitido se emocionar com histórias de amor.

 

 

 

 

Caso do acaso

Assim como a personalidade de ambos é bastante dinâmica e expressiva (num bate papo qualquer pessoa percebe isso), um evento que reunisse o infinito particular existente em cada um deles não seria diferente.

Alexandre é filho adotivo de uma família incrível, mas como pode acontecer com qualquer pessoa que chega a uma nova família, ele sentia a necessidade de conhecer sua família biológica, e assim ele o fez meses antes de casar. Viajou, conheceu suas origens e teve surpresas sensacionais, estabelecendo mais laços afetivos em sua vida (quem está aberto ao amor, com certeza consegue encontrá-lo, vocês não concordam?).

Agora vocês nos perguntam: “mas, Chablis, o que isso tem a ver com a história toda?”. E nós respondemos: TUDO! Porque, cá entre nós, não é todos os dias que você vai a um casamento onde o noivo entra de braços dados com suas duas mães, né? AHAM! Se uma mãe já é boa, imaginem duas! E foi exatamente isso que aconteceu. A mãe adotiva de Alexandre, num gesto lindo que somente o amor é capaz de produzir, convidou a mãe biológica para, juntas, levarem o noivo até o altar.  No casamento, as famílias de Alexandre e a família de Carolina se encontraram – e, assim como casal sempre faz, de coração muito aberto.

Celebrar o amor é incrível

Sim, nós sabemos disso e transmitimos essa ideia para todo mundo que nos conhece. Nós realmente acreditamos que celebrar as coisas boas deva ser uma constante, porque assim a gente consegue superar o universo de notícias ruins que nos rodeiam diariamente.

Pensando dessa maneira, no primeiro dia do mês de outubro, do ano de 2016, três famílias se reuniram, levantaram suas taças, abriram seus corações e, juntamente com um casal que é puro amor, brindaram ao amor – e com os nossos espumantes. Não é uma honra imensurável? Nós achamos!

 

Daqui pra frente, quando vocês precisarem escutar uma história daquelas que recuperar a nossa fé na vida, no amor e nos seres humanos, é só procurar aqui no blog, porque teremos sempre uma bem boa para contar a vocês. E, para finalizar, um brinde (mais um) à Carolina e ao Alexandre. O amor nunca para!

Por redação Adega Chablis.

admin

No Comments

Leave a reply